T-Cross x Virtus – O Queridinho Sedan Contra o SUV  do Momento

A partir de uma mesma base foi possível desenvolver o T-Cross x Virtus, garantindo um embate gigante.
Em Carros Novos · há 1 anos atrás

A partir de uma mesma base foi possível desenvolver o T-Cross x Virtus, garantindo um embate gigante, incrível, repleto de design e com versões que atraem o investimento de milhares de condutores.

Sendo assim, os “primos” formam uma linha de frente mais bonita para a marca ao mesmo tempo que atende demandas diferenciadas do público, que fica mais exigente a cada lançamento. Mas vamos por partes!

T-Cross x Virtus: de olho nas características

T-Cross Highline
T-Cross Highline Imagens_Volkswagen

Para facilitar um pouco esse comparativo, vamos considerar o T-Cross 1.0 TSI 2020 e o Virtus 1.6 2019.

Ambos possuem propulsão de combustão, são flex, garantia de 3 anos, tanque de combustível de 52 litros, mesmo peso de reboque sem e com freio.

Também possuem correia dentada, câmbio manual, tração dianteira e suspensão dianteira independente.

Mas as coisas iguais param por aí.

No Virtus são 5 marchas, injeção multiponto, um incrível porta-malas de 521l, é mais leve, mais comprido, o seguro e o IPVA é mais barato, bem como o veículo que, na Tabela Fipe, fica por volta dos R$ 70 mil.

Já o T-Cross em questão possui 6 marchas, injeção direta, o porta malas é compacto com seus 373l, mais pesado e menor em comprimento, na Fipe fica por volta dos R$ 102 mil. Mas é mais vantajoso na questão de toque, potência e nas revisões, que são mais baratas.

No quesito equipamentos, o T-Cross apresenta maiores vantagens, já que vários são de série e vem mais bem equipado.

O Virtus não apresenta, por exemplo, luz no porta-malas, banco bipartido, ajuste de altura no volante, sistema antifurto de rodas, airbags de cortina e câmera traseira para manobras. Sendo todos itens de série no seu concorrente.

Dessa forma, se está em busca de carros usados mais completos, o SUV é a melhor opção. Porém, se busca uma opção mais básica, com mais espaço e mais barata, fique com o sedan.

Por outro lado, não dá para negar que o Nivus 2023 vem com tudo no mercado. Ou seja, é uma oportunidade que promete abalar esse embate. Já que o novo TCross não tem novidades realmente impactantes quando comparado com os modelos anteriores.

T-Cross Highline Imagens_Volkswagen

O Embate de Gigantes da VW

Quando pensamos em TCross x Virtus, vale a pena considerar as versões topo de linha.

Assim, o sedan mais completo é o que vai mais se aproximar do SUV.

Mas não dá para negar que o Virtus é o popular carro familiar, com um apelo mais racional para os que precisam de espaço, tanto interno quanto no porta-malas.

Inclusive, muitos escolher esse aqui só por essa questão, sem observar outros detalhes (o que é um erro).

Em outras palavras, o sedan prova que é uma opção interessante e, mesmo nessa versão compacta, os atributos são vantajosos.

Se compararmos os modelos Comfortline das duas linhas, o Virtus ganha com a opção de 1.5 16v. Inclusive, mesmo comparando a versão 1.0 TSI com 6 marchas e câmbio automático, o sedan chama mais a atenção com seu preço de tabela, que fica mais de R$ 20 mil abaixo do TCross.

No quesito equipamentos, por outro lado, o SUV ganha o mercado com os 6 airbags, câmera de ré, ar-condicionado digital, bem como a presença de sensores de estacionamento dianteiro.

Seria preciso considerar então o Virtus Highline x TCross Comfortline para aproximar o embate. Nesta comparação, o sedan ganha mais equipamentos e no investimento, que fica abaixo do SUV (R$ 83 mil x R$ 100 mil).

VW VIRTUS – Imagens Volkswagen

Ah, mesmo escolhendo um pacote para esse Virtus, acrescentando equipamentos que o aproximam mais do SUV, o valor ainda fica abaixo, chegando aos R$ 90 mil.

Design do TCross x Virtus

Ir além dos débitos veiculares do Detran significa ficar de olho no visual e em todo o design de cada veículo.

Assim, o TCross é o queridinho do momento com seu design SUV, com a traseira com comporta e aquele visual moderno, com aspectos que remetem a aventura.

Isso tudo em um carro mais “curto”, algo benéfico para os grandes centros comerciais. Claro que isso significa um porta-malas menor.

Internamente, a Volkswagen ampliou os eixos e garantiu mais conforto para os passageiros.

Justamente por isso, ao pensarmos em TCross x Virtus, os dois modelos são confortáveis e você não vai reclamar de esticar as pernas, posicionar o tronco ou apoiar a cabeça.

Esses pontos foram pensados a partir da plataforma MQB, que é mais moderna e usa materiais avançados.

O resultado é uma estrutura com comportamento dinâmico de qualidade, baixo nível de ruído/vibrações, bom nível de segurança e design bonito.

Cabe destacar que o conjunto mecânico do TCross tem um gasto maior devido à carroceria, aproximando-se dos sedãs.

VW VIRTUS – Imagens Volkswagen

Qual deles vale a pena então?

Enfim, a escolha depende de uma série de fatores: desde o preço até o design, que é diferente.

Claro que o ideal é considerar aspectos básicos e mais importantes para a sua vida. Como as medidas do porta-malas, comprimento do veículo e estilo que você mais gosta.

Isso sem falar dos equipamentos, já que o SUV é bem diferente e mais completo. Mas não é algo almejado por todos os condutores, que podem escolher facilmente um modelo mais básico.

Se a sua questão principal for o valor, o sedan ganha mesmo na sua versão mais cara, quando comparado ao TCross. Portanto, os aspectos que devem ser considerados de forma individual.

Uma dica especial é conferir as ofertas da Creditas Auto e Localiza Semi Novos, para encontrar os melhores negócios.